pt
Atendimento Permanente Todos os dias das 08:00-22:00 +351 217 582 336 geral@clinicalambert.pt R. Cordeiro Ferreira 3 1750-071, Lisboa

Como melhorar os comportamentos alimentares do seu filho

Família a preparar uma refeição nutritiva

Neste dia mundial da saúde e nutrição, a nossa Nutricionista Ana Velez, escreve sobre um tema que é caro a quase todos pais do mundo- os comportamentos alimentares à mesa. A saúde passa pela alimentação e é de pequenino que se aprende a ter uma alimentação saudável. Por isso, leia este o nosso artigo para aprender mais sobre este tema e ajudar o seu filho a ter um paladar adulto.

Melhorar os comportamentos alimentares do seu filho à mesa não é fácil. Quantas e quantos pais desse lado se vêm “gregos” para fazer os vossos filhos comer os alimentos saudáveis que prepararam com todo o amor? Quantos desistem da luta porque é sempre uma briga e momento de stress, todos os dias, e logo na única refeição que fazem juntos?

Melhorar os comportamentos alimentares do seu filho à mesa não é fácil. Mesmo com estas dicas, irá continuar a ser um desafio difícil, mas acreditem que se implementado desde pequenos fará dos vossos filhos mais saudáveis e com melhores escolhas alimentares no futuro.

Crie rotinas e horários fixos para as refeições.

Deve planear uma refeição principal de 2-2h no máximo de 3-3h, e nos intermédios ofereça água. Uma organização adequada das refeições ao longo do dia permite que haja uma melhor relação e controlo sobre as escolhas e procura alimentar, principalmente nos períodos entre as refeições.

Família na mesa!

Familía a ajudar a melhorar os comportamentos alimentares

Seja o exemplo para o seu filho. Sente-se com ele e corresponda ao que lhe exige. Se houver alguma rejeição, não faça da refeição um momento de stress e ansiedade, lide da forma mais descontraída que conseguir.

Disponibilize uma variedade de alimentos ao seu filho.

Deve colocar à disposição e alcance da criança uma diversidade de alimentos higienizados, coloridos, com diferentes texturas. Exemplos práticos: tenha sempre uma taça com fruta e legumes (cenoura, rabanetes, tomate cherry) lavados, ovos de codorniz cozidos, mistura de frutos gordos.

Diga não às exigências!

Não deixe que seja o seu filho a escolher e pedir o que quer comer. A organização semanal das refeições cabe aos pais. Não ceda a exigências nem utilize a chantagem para conseguir o que quer.

Não obrigue nem pressione.

Este tipo de luta só leva à criação de uma relação pouco saudável com os alimentos.

Crianças a melhorar os comportamentos alimentares

Brinque com os alimentos.

Fora das refeições faça jogos e promova novas experiências com os alimentos. Isto pode ser feito na preparação de alguma receita, ou faça uma prova cega.

Essencialmente divirtam-se com estes momentos.

Em dias especiais decore e desenhe com os alimentos no prato.

Nada de distrações à mesa.

Sabores, texturas, mastigação adequada, aprendizagem de porções e volume alimentar, alimentos comuns, socialização familiar, que devem acontecer sem existirem outros. Na hora da refeição há uma série de aprendizagens importantes para o futuro e assimilar estímulos mais fortes, como televisão, tablets, telemóvel, computador, brinquedos.

Repita a exposição alimentar.

Se um novo alimento não foi bem aceite, não desespere! Volte a colocá-lo numa refeição com um novo corte, confecção, tempero e não apresente o alimento para que o seu filho não reviva antecipadamente a má experiência.

Criança a melhorar os comportamentos alimentares

Então como melhorar os comportamentos alimentares do seu filho? 

A receita para melhorar o comportamento do seu filho passa por uma pitada de disciplina, muita paciência recheada de amor e compreensão. Mas se precisar de ajuda, sabe que tem a Clínica Lambert pronta a ajudar no que for necessário. 

Saiba mais em: +351 217 582 336 ou envie um e-mail para info@clinicalambert.pt.

Call Now Button