pt
Atendimento Permanente Todos os dias das 08:00-22:00 +351 217 582 336 geral@clinicalambert.pt R. Cordeiro Ferreira 3 1750-071, Lisboa

As Lesões mais comuns na prática desportiva.

Os benefícios do desporto são, em grande escala, maiores do que os riscos. No entanto, todo o cuidado é pouco e é preciso ter em atenção as lesões que podem decorrer da atividade física. Neste artigo, vamos revelar quais são as lesões mais comuns no desporto, porque acontecem e como as evitar. Partida, largada, leitura!

Porque acontecem as lesões mais comuns na prática desportiva?

As lesões mais comuns na pratica desportiva podem ter muitas causas, dependendo da modalidade que estamos a praticar. Por isso, há que ter em conta que todas as partes do nosso corpo podem sofrer ferimentos. Por exemplo, uma queda por acidente numa simples corrida pode resultar numa fratura ou em rotura de ligamentos. Principalmente, se não existir um aquecimento prévio e bem feito, antes do treino. Em qualquer dos casos, deve utilizar sempre o equipamento correto e ter atenção às técnicas do desporto em causa. Má postura a levantar pesos é uma forma de ficar com uma hérnia discal e utilizar o equipamento errado resulta em lesões evitáveis. Por outro lado, apesar de o desporto ser essencial à saúde, há que evitar esforços para lá do que se consegue, no momento da atividade física. Assim sendo, estas são as lesões mais comuns que deve estar atento, quando for exercitar.

As lesões mais comuns

As lesões mais comuns:

Cãibras

É, certamente, a mais habitual das lesões aqui mencionadas, sendo natural acontecerem, após ou durante um treino mais puxado. Uma cãibra é a contração de um músculo, de forma involuntária, seguida de uma dor forte. Nesse momento, o melhor a fazer é alongar o músculo que está a sofrer e esperar um pouco. É provável que os seus níveis de potássio estejam baixos, por isso, experimente comer uma banana, que é alimento rico deste mineral.

Tendinites da anca e coxa

Sabendo que uma tendinite é uma inflamação do tendão, então, todas as partes do corpo nas quais se encontrem estas estruturas fibrosas, podem ser vítimas de tendinites.

Esta lesão acontece com maior frequência em pessoas que pratiquem desportos como futebol, atletismo ou quaisquer outros, no qual são obrigadas a utilizar estes membros repetidamente.

Os sintomas passam por dores que se vão tornando cada vez mais desconfortáveis e rigidez progressiva dos membros afetados. O que dificulta atividades como correr, caminhar ou até ficar deitado de lado.

Condromalácia patelar

É um desgaste da articulação do joelho e leva ao aparecimento de sintomas como dor profunda nesta zona e em volta da rótula, quando movimentada. Os sintomas podem ser tão variados como: dor nos joelhos, ao subir e descer escadas, correr ou levantar da cadeira; e a sensação de que está areia dentro dos joelhos.

Fraturas de Stress

Pequenas fissuras nos ossos. Frequentes nos novos desportistas e habitual em quem corre longas distâncias e salta repetidamente. Por isso, esta lesão tende a afetar as estruturas do corpo, como as pernas ou os pés. Para evitar esta situação, é melhor começar devagar, para não esforçar o corpo em demasia. 

Concussão

Esta lesão é causada por um impacto na cabeça muito forte e pode danificar o nosso tecido cerebral.  Têm o potencial de ser graves e, por isso, requerem atenção médica imediata. Os sinais de uma concussão após traumatismo craniano a ter em conta são:

1) Dor de cabeça

2) Confusão

3) Náusea ou vómito

4) Sensibilidade a luzes

O que fazer em caso de lesão?

Depende sempre da gravidade da situação. No entanto, nas mais comuns e menos perigosas, é importante descansar, pelos menos, entre 2 a 3 dias, para poder voltar a treinar com regularidade. Utilize o gelo, para diminuir a dor na área dorida, e, se o médico receitar, tomar paracetamol ou outro medicamento.

No entanto, se a situação não melhorar, deve visitar imediatamente o seu médico ortopedista. Na Clínica Lambert, temos vários especialistas prontos para o ajudar, seja qual for a situação. 

Não hesite em contactar-nos em: +351 217 582 336 ou envie um e-mail para info@clinicalambert.pt. Temos, também, um serviço permanente, aberto todos os dias, das 8 da manhã até às 22 da noite.

Call Now Button