pt

Entorse ou distensão: Descubra a diferença fundamental entre as duas.

Quem já leu os anteriores artigos sobre Ortopedia, já se deve ter perguntado o que distingue estas lesões. Por isso, a Clínica Lambert escreveu este artigo para aumentar o nível de conhecimento sobre duas das causas de mal-estar e desconforto ortopédico mais comuns. 

Tanto uma entorse como uma distensão são lesões habituais e, na maioria dos casos, sem gravidade. Contudo, por terem sintomas semelhantes e causas idênticas, são muitas vezes confundidas. Para desvendar esta confusão, vamos começar por perceber melhor cada uma, e assim as suas diferenças. 

O que é uma entorse? 

Tal como o nome indica, o que leva a esta situação é um esforço de uma parte do corpo, para lá do que este está preparado. Neste caso, pode acontecer quando torcemos o pé, por exemplo, ao caminhar numa superfície escorregadia. Aliás, esta é a razão mais comum deste tipo de lesões. 

Mas por que acontece? 

Para conseguirmos responder a esta pergunta, é preciso entender como é que os ossos se mantêm unidos, mesmo que o corpo humano consiga saltar, correr e lidar com impactos fortes, sem que isso signifique uma deslocação dos membros imediata. 

O elo chave são os ligamentos. Este tecido fibroso tem a importante função de conectar os ossos uns aos outros, estabilizando o esqueleto. 

Ou seja, uma entorse é o resultado de um esforço físico que leva os ligamentos a serem puxados em demasia ou em direções erradas, causando dor e desconforto. 

O que é uma distensão? 

De modo a evitar repetições, podemos concluir que esta é também um esforço mal ponderado sobre uma parte do corpo. Contudo, ao invés de serem os ligamentos a serem levados ao limite, são os tendões. 

Estes, também tecidos fibrosos, são em parte os responsáveis pelos movimentos. Isto porque “colam” os músculos aos ossos, levando a que a força seja distribuída por toda a estrutura humana e assim forçar a contração dos ossos. 

Ou seja, como no exemplo acima, se um movimento que afete os tendões for excessivo, estes podem danificar-se. 

Qual é, então, a diferença entre as duas lesões? 

Apesar de serem semelhantes na causa, o componente do corpo que fica magoado é distinto. Ou seja, nem todos os sintomas são iguais entre as entorses e as distensões. 

Quais são os sintomas?  

As manifestações comuns destas lesões são semelhantes e, por isso, também são confundidas. Identificam-se as seguintes: 

  • Dor na articulação afetada.
  • Inchaço.
  • Flexibilidade limitada.
  • Dificuldade em usar a articulação por completo.

Todavia, nas distensões, devido à sua função, são normais espasmos musculares. Por outro lado, as entorses levam às tão conhecidas “nódoas negras” ou contusões. 

Causas mais comuns para entorses ou distensões. 

Por serem tão recorrentes, estas lesões podem acontecer a qualquer momento. No entanto, há situações propícias em que é preciso cuidado. 

  1. Fazer desporto. 

Por o corpo ser o veículo ao exercício, é normal que quem pratica atividade física está sempre em maior risco de sofrer alguma lesão. Não obstante, esta frase não é um incentivo ao sedentarismo, já que quem o faz, está preparado fisicamente para recuperar melhor e mais rápido. 

  1. Não prestar atenção aos movimentos. 

Um ato tão simples como colocar mal o pé na calçada é o suficiente para criar uma entorse, por isso, o equilíbrio e concentração ao longo do dia são importantes, principalmente para quem passa muito tempo fora de casa. 

  1. Levantar objectos pesados. 

Já não é a primeira vez que referimos os perigos de levantar objetos sem cuidado. Em caso de exercícios de força com equipamento para o efeito, é importante fazer sempre primeiro o aquecimento e só depois começar a treinar. 

Os diferentes graus de seriedade de entorses como de distensões. 

Apesar de serem lesões aparentemente simples, existem diferentes níveis para definir a gravidade das mesmas. 

Grau 1: Um pequeno número  de fibras é danificada, tornando o local da lesão doloroso e até inchado. Porém, tanto a função como a força não são afetadas. 

Grau 2:  Não só a zona afeta perde força, também a função é diminuída. Isto porque mais fibras foram levadas a um maior esforço, resultando em desconforto e dor. 

Grau 3: O tecido da lesão pode ter sido rompido, retirando força e deteriorando o normal funcionamento do corpo. As dores são incapacitantes e também por isso é necessária rápida atenção médica.  

O que fazer em caso de lesão? 

Se após um movimento brusco sentir dor ou desconforto, o indicado é parar imediatamente de colocar pressão sobre a área afetada. Ou seja, se estiver a correr pare, se estiver a levantar caixas com peso excessivo termine e por aí adiante. 

A recuperação tem de passar por descanso nas primeiras 24 horas, especialmente se o desconforto for suportável. Por serem lesões em partes moles, pode também ir colocando gelo onde doer. Contudo, se continuarem após um dia, visite logo que possível o seu espaço de saúde de confiança. 

Tratamentos. 

Os tratamentos necessários para lidar com este tipo de lesões são variados, já que dependem da seriedade dos mesmos. Além disso, têm também de ser analisadas em conjunto com outros problemas de saúde que o paciente possa ter, ou condições que tornam a situação mais complexa.

Desta forma, os tratamentos podem passar pelo simples  descanso ou mesmo na pela imobilização do membro, com a utilização de gesso. Para atingir a recuperação possível, o seu profissional de saúde pode também recomendar sessões de fisioterapia. Esta disciplina tem provas dadas no que toca à sua importância no acompanhamento dos doentes e, na Clínica Lambert, temos um piso dedicado por completo à atividade e instrumentos de última gama. 

Quando visitar o nosso espaço? 

A Clínica Lambert está disponível aos seus pacientes, seja qual for a situação. Daí termos um serviço de atendimento permanente aberto todos os dias, das 8 da manhã às 22h da noite, pronto para receber todos os doentes que precisarem da nossa ajuda. Basta ligar antes, de modo a fazermos a triagem e, quando chegar, vai ter a equipa médica de excelência em Lisboa a prestar os cuidados de saúde que merece. 

Visite a Clínica Lambert. 

Call Now Button