pt

Hidratação, o truque da época

Uma hora de exercício intenso em ambiente ideal corresponde à perda corporal de sensivelmente 1 litro de água. A hidratação é por isso fundamental e deve ser tida como parte integrante da prática de exercício físico, antes, durante e após qualquer treino. Para ajudar, reunimos algumas ideias e truques para juntar aos treinos da época mais quente do ano. 

Com a chegada do verão democratiza-se a prática de desporto e as actividades ao ar livre tornam-se populares, mesmo entre os pouco adeptos do exercício físico. Contudo, as temperaturas elevadas e os baixos níveis de humidade na atmosfera, fazem aumentar exponencialmente os riscos de desidratação. 

Sob condições meteorológicas mais agressivas, o processo de desidratação será mais acelerado e nem sempre é a sede o primeiro sintoma. Tonturas, decréscimo acentuado de energia e performance, cefaleias ou dores corporais são os verdadeiros sinais de alarme. Para minimizar a perda de líquidos, a temperatura corporal aumenta, diminuindo ou mesmo suspendendo a transpiração, o nosso sistema de arrefecimento, o que pode levar ao desmaio. 

A hidratação é por isso fundamental e deve ser tida como parte integrante da prática de exercício físico. Antes, durante e após qualquer treino. Mas, atenção: priorizar a hidratação não significa beber água sem limite. Na verdade, água em demasia provoca hiponatremia, que é a diluição excessiva da concentração de sódio (Na+) no organismo, causando outros problemas de saúde, como cãibras musculares, tremores, confusão mental ou convulsões, entre outros.

Para controlar a sua ingestão de líquidos, experimente os métodos descritos abaixo.

Teste da urina: deve apresentar-se amarela-clarinha. Urina escura, muito concentrada e com forte odor, significa que está a ingerir pouca água. Pelo contrário, se estiver incolor está a beber água em excesso. 

Teste da balança: pese-se antes e depois da prática de exercício físico. A diferença de peso corresponde ao volume de água perdida e, consequentemente, ao volume de líquidos a repor. 

Em resumo, manter os seus níveis de hidratação saudáveis é importantíssimo, mas não é complicado. Basta tornar a ingestão de líquidos frequente num hábito saudável e incluí-lo nas suas boas práticas desportivas. Para ajudar, reunimos algumas ideias e truques em jeito de lembrete:

– Beba diariamente 10 a 12 copos de água ou bebidas equivalentes: água mineral, água hidrogenada, água aromatizada, bebidas isotónicas.

– Adapte o seu treino – duração, frequência, intensidade – às condições meteorológicas. Privilegie o início da manhã ou fim da tarde, bem como zonas arborizadas onde predomine a sombra.

– Hidrate-se antes, durante e após o treino, e faça pausas regulares para se hidratar. Se a actividade física se prolongar por mais de 60 minutos, opte por uma bebida isotónica que ajudará também à reposição dos sais minerais perdidos pela transpiração.